google-site-verification: google084cdd21c0e55ce8.html
top of page

Parlamentares debatem temas como segurança, habitação e saúde na Tribuna Virtual



MAURÍCIA FIGUEIRA FOTO: CAROL JACOB



DIÁRIO OFICIAL DO ESTADO DE SÃO PAULO/SÃO PAULO | GERAL

Data Veiculação:06/04/2021 às 03h00



Parlamentares debatem temas como segurança, habitação e saúde na Tribuna Virtual Ricardo Mellão, Dr. Jorge do Carmo, Edna Macedo e Major Mecca falaram MAURÍCIA FIGUEIRA FOTO: CAROL JACOB Segurança pública, habitação e saúde foram os principais temas debatidos na Tribuna Virtual realizada nesta segunda-feira (5/4).


O primeiro tema foi trazido pelo deputado Ricardo Mellão (Novo). De acordo com ele, moradores do Parque São Jorge, na região do Tatuapé, fizeram um abaixo-assinado pedindo a instalação de uma base comunitária da Polícia Militar (PM) no Largo do Maranhão. Segundo ele, próximo do local existe a comunidade do Pau Queimado que, “infelizmente, tem atraído grande volume de usuários de drogas, o que contribuí para aumentar o número de furtos e roubos na região”.


O parlamentar afirmou que, por volta do ano de 2010, havia uma base comunitária da PM na região, o que “resolveu muito, pois as pessoas voltaram a frequentar a praça.” Já o deputado Dr. Jorge do Carmo (PT) pediu informações ao governo sobre as famílias que moram na região das obras de extensão da linha 15-Prata do metrô. “No trecho entre estação da Vila Prudente até a estação Ipiranga, o governo do Estado pretende construir a extensão do monotrilho. Lá residem 1.700 famílias há mais de 40 anos na favela denominada Vila Prudente”, disse o deputado. No dia 26 de março foi publicado no Diário.


Oficial o Requerimento de Informação 370/2021, no qual o deputado Dr. Jorge do Carmo questionou o Secretário dos Transportes Metropolitanos sobre a quantidade de pessoas que serão atingidas pela desapropriação dos imóveis, se vai haver indenização e se as famílias serão beneficiadas por algum programa habitacional. “Não somos contra o progresso, mas não dá para dizer que o trator vai passar por cima das casas sem dar satisfação”, afirmou. seguiu transformar em horripilante o que já era horrível. Milhões de trabalhadores paulistas estão sendo remetidos à pobreza e até à miséria”.


Concordando com a colega, o deputado Major Mecca (PSL) criticou o isolamento social. “Não bastasse as empresas estarem quebrando, os trabalhadores perdendo seu emprego por uma política equivocada de isolamento social, equivocada desde o início, como falou a deputada, hoje quem colhe os resultados desse governo é o nosso cidadão de bem”, afirmou. Para tentar conter a disseminação do corona vírus, a capital paulista antecipou cinco feriados na semana passada. O secretário de Estado de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, declarou, em entrevista, que a taxa de isolamento ficou em 44% no “mega feriado”, entre os dias 26 de março e 1° de abril.


Pandemia Outro assunto debatido pelos deputados na Tribuna Virtual desta segunda-feira foi a crise sanitária relacionada à pandemia. A deputada Edna Macedo (Republicanos) criticou a realização de eleições municipais no meio da pandemia. “O resultado não tardou a aparecer e começou de novo o governo de São Paulo a adotar as mesmas medidas que tanta penúria já haviam causado à nossa população”, disse a parlamentar. Edna Macedo prosseguiu: “A pandemia recrudesceu em São Paulo e a falta de sabedoria do governo estadual inventou a fase emergencial que só com Tribuna Virtual desta segunda-feira.


Σχόλια


background dr. jorge do carmo.png

Mandato popular
que SP precisa!

foto oficial dr. jorge.png
bottom of page